imagem header

A produção de feijão

26/12/2018

O feijão é uma importante cultura para o agronegócio, ocupando, em termos mundiais, a área de aproximadamente 30 milhões de hectares. A leguminosa é considerada o alimento mais importante para mais de 500 milhões de pessoas na América Latina e na África. O Brasil é o segundo maior produtor do mundo, sendo o primeiro no gênero phaseolus vulgaris L, o feijoeiro comum.

O plantio

De acordo com estudo publicado pelo governo do Paraná, dependendo da região, o plantio em território nacional é distribuído em três períodos: 1ª safra, cuja colheita se dá entre os meses de novembro e fevereiro nos estados da região Sul; 2ª safra, com colheitas de março a junho em todos os estados brasileiros; e 3ª safra, com a colheita nos meses de maio a setembro em toda a região tropical.

A colheita

O momento ideal de colheita, segundo material disponibilizado pela Faculdade de Engenharia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), ocorre logo após a maturidade fisiológica do grão, com teor de umidade de 35% e as vagens ainda verdes. Contudo, na realidade das lavouras brasileiras, os grãos são colhidos geralmente quando há a mudança na coloração das vagens de verdes para a cor creme-palha.

Tecnologia para o campo

Em Quilombo, município de Santa Catarina, Fabiano Lazzaretti investe na tecnologia da Massey Ferguson para evoluir no campo. Na propriedade, cultiva feijão, soja e milho no regime de rotação de culturas. “Adotamos o plantio direto, com tecnologias que ajudam a tirar o melhor do campo. Com as novas máquinas, queremos produzir cada vez mais, colher melhor e mais rápido”, comenta sobre a nova aquisição da família, a colheitadeira híbrida MF 4690.

Mais Notícias