imagem header

Produção de feno no Paraná

17/10/2018

O mercado de suplementação animal cresce a cada dia e, para acompanhar o avanço do setor agropecuário é preciso investir em nutrição. Para consumo dos animais criados pelo irmão e para venda ao mercado, Leendert Kok, agricultor de Arapoti (PR), produz feno a partir do cultivo de aveia. Em 85 hectares, registra de 2 a 3 mil fardos de 440 kg por ano.

O feno é a forragem desidratada que pode ser armazenada por um longo tempo. De acordo com a Embrapa, a planta deve ser recolhida com menos de 20% de umidade para a sua melhor conservação. Para o armazenamento, o feno pode ficar em galpões ventilados e livres de umidade e pode ser acondicionado em fardo, solto ou em meda (montes de feno organizados ao redor de um mastro). Segundo estudo da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo, os aspectos de um feno de qualidade envolvem a alta relação folha e caule; os caules finos e macios; a coloração esverdeada; o estágio vegetativo ideal; a ausência de substâncias estranhas, tóxicas e bolores; o cheiro agradável; e a boa aceitação por parte dos animais.

Tecnologia na produção

Na fazenda de Leendert, ele realiza a compactação de silo, o manejo do feno e o plantio da aveia com um trator MF 6713, lançamento da Massey Ferguson. Além das atividades internas na propriedade, também presta serviço a terceiros. “Eu investi no trator devido à sua tecnologia, à potência com quatro cilindros e 135 cv, ao baixo consumo de combustível e ao reversor eletro-hidráulico, que uso o dia inteiro na compactação de silo”, declara.

Além dos tratores, que auxiliam nos processos da produção de feno – do plantio ao transporte, a Massey Ferguson possui uma gama de produtos relacionados à fenação, como espalhadores, enleirador e segadoras.

Mais Notícias