imagem header

O holandês que descobriu o Brasil

23/08/2017

A agricultura rompe fronteiras, como no caso do holandês que encontrou no Brasil o solo fértil que precisava para plantar com segurança e qualidade. Joannes Petrus de Winterchegou nopaís em 1981 e hoje cultiva 800 hectares de soja, milho, feijão e algodão. “João”, como é chamado pelo concessionário e funcionários,nasceu em Groningen, cidade do norte da Holanda. Em São Paulo, planta 400 hectares em Itaí e 400hectares em Campos de Holambra.

“É completamente diferente plantar na Holanda e no Brasil”

Joannes aponta uma diferenciação importante na agricultura dos países. Na Holanda, a prática do plantio direto sem as etapas de aração e gradagem não é utilizada, ao contrário do Brasil, que é comumente aplicada. “O solo holandês é plano, mas tem muito problema de compactação”, explica. Ou seja, é preciso trabalhar a terra antes de avançar com a plantação e para ter bom rendimento é muito importante investirno solo. “Temos que gastar na terra para produzir, ela é a nossa base”, afirma.

Em 1981, o primeiro MF 290

O agricultor ao vir para o Brasil adquiriu o primeiro trator para trabalhar no campo, um MF 290, máquina forte que atendia a todas as necessidades. Atualmente, possui a colheitadeira MF 9795 com motor eletrônico e SCR, a plantadeira MF 715 CFScom taxa variávele o trator MF 7415 Dyna-6. Cliente daconcessionáriaStéfani desde 2013, conta com a equipe especializada da concessionária que o auxilia na manutenção e aquisição de novas máquinas. 

Mais Notícias

Voltar