Notícias

Você está em / Home / Notícias e Imprensa / Notícias / Massey Ferguson leva linha de tratores e colheitadeira do MDA à 18ª Expoagro Afubra

Massey Ferguson leva linha de tratores e colheitadeira do MDA à 18ª Expoagro Afubra

20 de março de 2018

A Massey Ferguson participa da 18ª Expoagro Afubra, em Rio Pardo (RS), entre os dias 20 e 22 de março, com máquinas agrícolas de alta tecnologia para atender às necessidades dos produtores locais.  Além dos tradicionais tratores da linha MF 4200, a marca leva as famílias MF 6700 e MF 6700R Dyna-4 e a colheitadeira MF 4690, lançadas no último ano.

“As expectativas de negócios são boas. Os produtores cada vez mais buscam equipamentos confiáveis e de alta performance, caso do trator MF 6700R Dyna-4, que garante mais rendimento e economia. Quem visitar o estande terá uma grande oportunidade de renovar sua frota com tecnologia de ponta, aumentando sua competitividade”, afirma Márcio Berger, coordenador comercial da Massey Ferguson.

A Massey Ferguson leva os seguintes destaques para o Expoagro Afubra:

Colheitadeira MF 4690

A máquina possui 200 cv de potência, ideal para propriedades que trabalham no sistema de agricultura familiar e, juntamente com a MF 5690, são as únicas do sistema de financiamento do Programa Mais Alimentos (MDA) que possuem o conceito híbrido de processamento com separação axial por dois rotores, aumentando a produtividade e a eficiência no campo. A MF 4690 é dotada do motor eletrônico AGCO Power (sistema iEGR) e possui alto desempenho para equipamentos de sua categoria, com baixo consumo de combustível, perdas reduzidas, alta capacidade de processamento e baixo custo de manutenção. A máquina trabalha com até 20 pés de plataforma, proporcionando um alto nível de produção. Com taxa de descarga de 86 l/s, a maior da categoria, e tanque de grãos com capacidade de armazenamento de 5.500 litros, a MF 4690 fica mais tempo disponível para a colheita.

Trator MF 6700

Os tratores da série MF 6700, dotados de motor eletrônico AGCO Power (115 cv, 125 cv e 135 cv), são de alto desempenho e contribuem para aumentar a produtividade, além de gerar economia de combustível para o produtor agrícola. As máquinas estão disponíveis nas versões plataformada e cabinada.

A versão cabinada foi desenvolvida para assegurar mais conforto operacional durante a jornada de trabalho. O modelo alia ergonomia, design, funcionalidade e rendimento, garantindo uma produção mais rentável e segura. Possui um novo e moderno painel de instrumentos, onde constam todas as informações de segurança e funcionamento do trator. Isso significa maior produtividade tanto para o empresário do agronegócio quanto para o agricultor familiar.

Os modelos possuem a maior capacidade de levante da categoria com 4.950kgf, para a realização de trabalhos com implementos mais pesados e com excelente vazão hidráulica. A transmissão sincronizada 12x12 com reversão mecânica ou eletro-hidráulica aumenta a agilidade nas manobras, reduz a troca entre grupos e facilita a operação.

Trator MF 6700R Dyna-4

A Massey Ferguson também leva a família de tratores MF 6700R Dyna-4 com faixa de potência de 115 a 135 cv. Graças ao motor eletrônico em maior interação com a transmissão Dyna-4, a máquina aumenta em até 15% seu rendimento, permitindo também economia de 10% de combustível por hectare trabalhado, em condições normais de operação.

O sistema de transmissão efetua as trocas de marcha automaticamente. Outro destaque do equipamento é a possibilidade de financiá-lo com recursos do Finame, linha de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) voltada para aquisição de máquinas e equipamentos novos de fabricação nacional.

A cabine, considerada a mais moderna e confortável do mercado, possui assento ergonômico e mais espaço para movimentação do operador. Os instrumentos da transmissão, do sistema hidráulico e da TDP estão integrados em um console mais longo e de fácil alcance para o operador. O painel possui um display digital com informações operacionais e funcionais dispostas de forma clara. Os recursos eletrônicos permitem o gerenciamento de combustível, medindo o consumo por hora e por hectare, e a pré-programação da rotina de trabalho dos implementos agrícolas.